Textos de amor

> Textos de amor



Encontrados 4572 pensamentos de textos de amor

a morte levou meu amor
naõ ouso mas meu amor chorando eu estou nosso amor era taõ grande mas a morte o levou
por toda vida vou chorar naõ quero mas pensar que ele nunca mas voltara
ho morte porque o levou porque me des-te essa dor porque naõ me levaste com ele porque levou meu amor
gritando seu nome estou morte fria e maldita estou triste apenar morte que palavra maldita
eu te chamo eu te clamo maldita morte do alem naõ me deixa viver taõ longe do meu bem
e taõ grande meu penar triste eu me lembro ele morreu em setembro
quanto tempo estou sofrendo quanto tempo te esperei agora ouso uma voz breve te levarei
ho morte fria e maldita porque de moraste tanto para me buscar agora naõ quero ir cansei de tanto esperar
quando a primavera chegar e com ela as flores eu virei para buscar
uma força desconhecida me leva pra junto do meu amor eu sinto o cheiro das flores e os anjos cantaõ uma cançaõ de amor
naõ lava-me ,morte maldita para junto do meu amor deixa-me com minhas charga de dor
naõ adianta rezistir morrendo estou maldita, tus es meu amor voce levou
gritando seu nome estou, amor arrastando-me pelo chaõ para morrer junto ati
ao longe ouso uma voz lucia vim para te buscar para levar-te comigo para nunca mas chorar
agora duas vidas estaõ unidas pela dor e pelo o amor acabou os sofrimentos e as lagrimas de dor

maria lucia g p

A pessoa que pensa que o amor é algo que só traz felicidade; não tem conhecimento nenhum do amor.
O amor verdadeiro; é não entender o porque mas
sentir a presença de um que é superior a tudo;
e diz a nós aprenda o que é compaixão.DE A MÂO.

almeidaademir

A primeira glória é a reparação dos erros.

As ocasiões fazem as revoluções.

O amor é o rei dos moços e o tirano dos velhos.

O amor é o egoísmo duplicado.

Não se perde nada em parecer mau - ganha-se tanto como em sê-lo.

Também a dor tem suas hipocrisias.

O medo é um preconceito dos nervos. E um preconceito, desfaz-se - basta a simples reflexão.

Dormir é um modo interino de morrer.

O tempo é um rato roedor das coisas, que as diminui ou altera no sentido de lhes dar outro aspecto.

Matamos o tempo - o tempo nos enterra.

Amor repelido é amor multiplicado.

De todas as coisas humanas, a única que tem o fim em si mesma é a arte.

O destino, como os dramaturgos, não anuncia as peripécias nem o desfecho.

Não se ama duas vezes a mesma mulher.

A vaidade é um princípio de corrupção.

Não há alegria pública que valha uma boa alegria particular.

Suporta-se com muita paciência a dor no fígado alheio.

A fortuna troca, ás vezes, os cálculos da natureza.

Machado de Assis

À procura do amor

Amor quem me diz o que é? Há tanta gente a defini-lo que estou confusa! Quem o viu? Existe? Como posso eu acreditar numa coisa que não vejo? “Feliz aquele que acredita sem ver”? Somos felizes na ilusão da existência de algo que os nossos olhos não confirmam?
Olho à minha volta, imploro aos meus olhos que descubram aquilo que toda a gente procura sem saber o que vai encontrar.
“Amo-te” diz ele, será que descobri? Volto no dia seguinte à procura naqueles olhos o que julgo ter encontrado; não está! Amor é algo que se vê e desaparece?
“Amo-vos família” diz ele, o meu coração bate, parece que encontrei o verdadeiro amor. Volto no dia seguinte à procura naquela família o que julgo ter encontrado, não está! Ele partiu para nunca mais voltar deixando a família banhada em grossas e cruéis lágrimas. Amor é algo que serve de arma para magoar o outro fragilmente apaixonado?
A minha alma está fraca, canso-me de procurar por ele, começo a acreditar que não existe, será que foi tudo inventado? Sofri por saber que o pai natal não passava de um ilusão criada pela coca-cola, será que vou-me desiludir também com o amor?
“Amo-te amiga” diz ele. Os olhos deles brilham de encantamento. Sento-me silenciosamente contemplando as palavras reconfortantes que dizem. Encontrei-o, desta vez encontrei mesmo! Sorrio. Volto no dia seguinte à procura naqueles amigos o que juro ter encontrado, não está! O amigo cansou-se da amiga deixando-a sozinha perdida no seu mundo, deixou-a sem lhe explicar se houve ali amor, deixou-a quando ela mais precisava! Amor é alguma coisa de usar e deitar fora? Amor cansa, esgota? Amor abandona o outro quando este mais precisa? Amor esquece que amou? Amor mente, engana ao ponto de dizer “amo-te” quando despreza?
Cansei-me! Procurei por todo o lado, corri tudo, tentei confirmar o inconfirmável, não vi o Amor. As lágrimas correm por mim a baixo, quem o terá inventado? Cá para mim foi uma editora de contos de fadas, deviam ter vergonha, enganar as criancinhas com o “amaram-se para sempre”.
Lamento se constatei aquilo que tu tinhas medo de constatar, Amor não passa de ilusão criada por alguém que achou divertido gozar com os outros! O quê? Não concordas? Então explica-me porquê não o vi? Agora respondes “ porque procuras-te com os olhos em vez de procurar com o coração, porque o Amor não se vê, sente-se”. Talvez, mas estou vazia de mais para sentir frio quanto mais para sentir Amor.

Inês Pinto

A Rosa


Tu és, divina e graciosa estátua majestosa
do amor, por Deus esculturada
e formada com o ardor,
da alma da mais linda flor, de mais ativo olor
e que na vida é a preferida pelo beija-flor.

Se Deus lhe fora tão clemente aqui neste oriente de luz
formada numa tela deslumbrante e bela,
teu coração, junto ao meu lanceado
pregado e crucificado sobre a rosa cruz do arfante peito teu

Tu és a forma ideal, estátua magistral
oh alma perenal, do meu primeiro amor, sublime amor.

Tu és de Deus a soberana flor
Tu és de Deus a criação de todo o coração
cintilas um amor
o riso, a fé, a dor em sândalos olentes cheios de sabor
em vozes tão dolentes quanto um sonho em flor
És láctea estrela, és mãe da realeza
és tudo enfim que tem de belo,
todo o resplendor da santa natureza
Perdão se ouso confessar-te, eu hei de sempre amar-te
Oh flor! Meu peito não resiste,
Ah, meu Deus o quanto é triste,
a incerteza de um amor que mais me faz penar
em esperar em conduzir-te um dia aos pés do altar
Jurar, aos pés do onipotente
em versos comoventes de luz,
e receber a unção da tua gratidão,
depois de remir, teus desejos
em nuvens de beijos hei de envolver-te
até o meu padecer, de todo fenecer

Pixinguinha

A rosa e o beija-flor
Vladi Du Kavako
corrigir letra
Me deixou para não sofrer de amor
mesmo assim meu amor te conquistou

Pois passa o tempo saudade aperta o amor aumenta mais
Chega doer nào faz sentido te deixar pra traz

Olha pra mim falta uma parte do meu coração
Você é pra mim como uma rosa é pro beija flor

É saudade faz doer eu gosto de você preciso alimentar meu coração

Vem me leva aonde for e acaba com essa dor me esconde desse mar de emoção

Vladi Du Kavako

A saga do vilão
É, ando mesmo sem sorte no amor.
Já não bastasse a minha dificuldade, tem que ter alguém pra atrapalhar, jogar areia na parada...
Mas é assim, não tenho muito medo das pessoas, mas do que elas são capazes, e numa dessas descobri que nem todo mundo é vacinado; macaco velho, sabe como?
Pois é, a vida é cheia desses vilõezinhos de quinta categoria, gente que sabe quem tá e quem não tá preparado para o bote, que não é difícil perceber quem é que eles escolhem pra envenenar.
É sutil como uma serpente, e venenoso tanto quanto, mas não estou aqui pra falar do vilão, mas de mim.
Eu me apaixonei nesses dias, de verdade, que apostei, mas perdi. Não por erro meu, ou por circunstâncias, mas por dedo alheio no angu, se é que você me entende...
E agora? Não posso fazer nada? Não, não posso, foi game over.
E ele, o vilão, ganha? Sim, ele ganha, ele ganha os meus amigos, a minha solidão, ele ganha tudo...
Mas nas minhas histórias o vilão não se dá bem no final.
E o final está por vir.

alimdul

A Saudade é uma ferramenta do amor e da amizade,
ela age como um dispositivo que não nos permite
estar muito tempo longe, ou ter notícias dos que amamos.
A saudade é um sentimento especial e amável, é nela
que se encontra a medida do amar, pois sem ela
ficaría-mos sem saber o tamanho do nosso amor!!

paulo master

A T

No amor basta uma noite para fazer de um homem um Deus.
(PROPÉRCIO)


Amoroso palor meu rosto inunda,
Mórbida languidez me banha os olhos,
Ardem sem sono as pálpebras doridas,
Convulsivo tremor meu corpo vibra...
Quanto sofro por ti! Nas longas noites
Adoeço de amor e de desejos...
E nos meus sonhos desmaiando passa
A imagem voluptuosa da ventura:
Eu sinto-a de paixão encher a brisa,
Embalsamar a noite e o céu sem nuvens;
E ela mesma suave descorando
Os alvacentos véus soltar do colo,
Cheirosas flores desparzir sorrindo
Da mágica cintura.
Sinto na fronte pétalas de flores,
Sinto-as nos lábios e de amor suspiro...
Mas flores e perfumes embriagam...
E no fogo da febre, e em meu delírio
Embebem na minh’alma enamorada
Delicioso veneno.

Estrela de mistério! em tua fronte
Os céus revela e mostra-me na terra,
Como um anjo que dorme, a tua imagem
E teus encantos, onde amor estende
Nessa morena tez a cor de rosa.
Meu amor, minha vida, eu sofro tanto!
O fogo de teus olhos me fascina,
O langor de teus olhos me enlanguece,
Cada suspiro que te abala o seio
Vem no meu peito enlouquecer minh’alma!

Ah! vem, pálida virgem, se tens pena
De quem morre por ti, e morre amando,
Dá vida em teu alento à minha vida,
Une nos lábios meus minh’alma à tua!
Eu quero ao pé de ti sentir o mundo
Na tu’alma infantil; na tua fronte
Beijar a luz de Deus; nos teus suspiros
Sentir as virações do paraíso...
E a teus pés, de joelhos, crer ainda
Que não mente o amor que um anjo inspira,
Que eu posso na tu’alma ser ditoso,
Beijar-te nos cabelos soluçando
E no teu seio ser feliz morrendo!


Dezembro, 1851

Álvares de Azevedo

A verdadeira sintonia do amor...
Pode ser encontrada facilmente...
Nos pequenos gestos do dia a dia...
De duas pessoas que se amam de verdade.

A verdadeira sintonia do amor...
Pode ser encontrada facilmente...
Mesmo nas poucas palavras pronunciadas.

A verdadeira sintonia do amor...
Pode ser encontrada facilmente...
Em um simples olhar apaixonado...
Só vivenciado por quem ama com paixão.

A verdadeira sintonia do amor...
Pode ser encontrada facilmente...
Simplesmente entre dois seres por Deus abençoados...
Que poderiam ser chamados apenas por Almas Gémeas

michele e haroldo

A Vida

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!

Todos somos no mundo" Pedro Sem",
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!

A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...

Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!

Florbela Espanca

A vida ñ eh medida pelo numerod vezes q vc respira, + os momentos q vc perdeu u folego, d amor... d tanto rir... d surpresa... de extase... e, enfim, d felicidad!!!!!
Entao, descanse, sorria, e divirta-se!!!!

pitanguinha

A vida pode ser curta,mas o amor é eterno,sem ele,nada vale apena.
O tempo nunca pára,e a gente nem o vê passar;e se não aproveitarmos as oportunidades que a vida nos oferece,ela se vai juntinho com o tempo e não volta mais;por isso,temos que aproveitar a cada momento que a vida nos oferece e esses momentos ruins que passamos de vez enquando,deles,temos que guardar só as coisas aproveitáveis,coisas que nos façam crescer,que nos façam ser mais fortes a cada dia;temos que seguir em frente,sem ter medo de cair,de sofrer,de errar;temos que crer no amor mesmo que as circustâncias nos mostrem ao contrário sobre a existência dele;temos que ter esperança a cada amanhecer,esperança de sermos felizes,esperança de um mundo melhor.

Maiára Barbosa

A vida sem amor

A inteligência sem amor te faz perverso.
A justiça sem amor te faz implacável.
A diplomacia sem amor te faz hipócrita.
O êxito sem amor te faz arrogante.
A riqueza sem amor te faz avarento.
A docilidade sem amor te faz servil.
A pobreza sem amor te faz orgulhoso.
A beleza sem amor te faz ridículo
A autoridade sem amor te faz tirano.
O trabalho sem amor te faz escravo.
A simplicidade sem amor te deprecia.
A lei sem amor te escraviza.
A política sem amor te deixa egoísta.
A vida sem AMOR... não tem sentido.


A você, com amor

O amor é o murmúrio da terra
quando as estrelas se apagam
e os ventos da aurora vagam
no nascimento do dia...
O ridente abandono,
a rútila alegria
dos lábios, da fonte
e da onda que arremete
do mar...

O amor é a memória
que o tempo não mata,
a canção bem-amada
feliz e absurda...

E a música inaudível...

O silêncio que treme
e parece ocupar
o coração que freme
quando a melodia
do canto de um pássaro
parece ficar...

O amor é Deus em plenitude
a infinita medida
das dádivas que vêm
com o sol e com a chuva
seja na montanha
seja na planura
a chuva que corre
e o tesouro armazenado
no fim do arco-íris.

vinicius de moraes

A... doce faca de dois gumes é esse amor.
Lindo enquanto juntos, amargo quando chega ao fim.
Nesse desespero do amor eu queimei as coisas que você me deu, na esperança de que junto queimasse meu coração e levasse essa dor embora do meu peito.
Eu lutei pra afastar você do meu pensamento, briguei comigo, me encarei no espelho por diversas vezes. Procurei aonde estaria aquela menina forte e corajosa que andava por ai sem nada pra fazer.
Quanto eu me esforcei pra te esquecer, sem saber que esquecer sentimentos assim é querer sumir com parte da própria história.

Sandrian Soares

Aaaiiin, meeu amor . Cada diia que eu fico longe de vc eu percebo o quanto vc é importante pra miim e o quanto eu preciiso fiicar com vc pra me sentiir beem . Obriigada por dar sentiido a minha viidiinha fútil =D E quando eu diigo que eu te amo, não é por acaso! Quero passar muiitos anos da minha viida ao seu lado, aprendendo e ensinando . e claro, te querendo cada veeez maiis . =) Você sabe que é a coiisa maiis importante pra miim e que é muuito maiis do que eu sempre quiis . Vc é e sempre vai ser o melhor de todos. O garoto ki eu mais amo e ki eu kero ter ao meu lado p. resto da vida! A pessoa maiis especial desse mundo que tem o sorriso que faz o tempo simplesmente parar. E ki tem um jeitiinhu de lidar com as coisas ruins com uma faciilidade . Pra mim você sempre vai ser o único. Sempre vai ser o mais perfeito namô de todos; sem imitações; e que me faz extremamente feliiiz! =D Eu amo te amar ! eu ii vc pra sempre ! te amo !

Você é o motivo da minha existência!

Diegoo eu te amo !

carol.mr

Abismo profundo

no abismo cai
onde tudo e escuro
amor ali
só se conjuga no futuro.
muito escuro muito escuro

caindo eu bati
com a cabeça em um dos muros
então eu desisti
e soltei um murmuro

eu prefiro a escuridão da noite
ao invez de um buraco sem amor
onde sofro vários açoites
até do mais raro condor

quando na escuridão da noite
eu murmurava
não sabia que aqui tão fundo
tinha menos do que esperava

escolher entre o fundo
ou a escuridão da noite
agora não e complicado
prefiro morrer
do que por um dos dois ser sugado.

Tiago Henrique

Abra a janela do seu...
coração e deixe entrar por ela tudo
de mais lindo como...
AMOR
PAZ
AMIZADE
enfim tudo que venha tornar
você extremamente feliz!
Pois Deus te deu a vida...
e sua vida tem que ser vivida
sempre com toda...
Felicidade!!
BJS em seu coração

Autor Desconhecido

Absolvendo o amor
Duas historinhas que envolvem o amor.
Uma mulher namora um príncipe encantado por dois meses e então descobre que ele não é príncipe porcaria nenhuma, e sim um bobalhão que não soube equalizar as diferenças e sumiu no mundo sem se despedir. Mais um, segundo ela. São todos assim, os homens. Ela resmunga que não dá mesmo para acreditar no amor.
Peraí. Por que o amor tem que levar a culpa por esses desencontros? Que a princesa não acredite mais no Pedro, no Paulo ou no Pafúncio, vá lá, mas responsabilizar o amor pelo fim de uma relação e não querer mais se envolver com ninguém é preguiça de continuar vivendo. Não foi o amor que caiu fora. Aliás, ele talvez nem tenha entrado nessa história. Quando entra, é para contribuir, para apimentar, para dar sabor, para ser feliz. Se o relacionamento não dá certo, ou dá certo por um determinado tempo e depois acaba, o amor merece um aperto de mãos, um muito obrigada e até a próxima. Fique com o cartão dele, com os contatos todos, você vai chamá-lo de novo, vai precisar de seus serviços, esteja certa. Dispense namorados, mas não dispense o amor, porque este estará sempre a postos. Viver sem amor por uns tempos é normal. Viver sem amor para sempre é azar ou incompetência. Mas não pode ser uma escolha, nunca. Escolher não amar é suicídio simbólico, é não ter razão para existir. Não me venha falar de amigos e filhos e cachorros, essas compensações amorosas sofisticadas, mas diferentes. Estamos falando de homens e mulheres que não se conhecem até que um dia, uau. Acontece.
Segunda história. Uma mulher ama profundamente, é amada profundamente, os dois dormem embolados e se gostam de uma forma indecente, de tão certo que dá a relação, e de tão gostosa que são inclusive as brigas. Tudo funciona como um relógio que ora atrasa, ora adianta, mas não pára, um tiquetaque excitante que ela não divulga para as amigas, não espalha, adivinhe por quê: culpa. Morre de culpa desse amor que funciona, desse amor que é desacreditado em matérias de jornal e em pesquisas, desse amor que deram como morto e enterrado, mas que na casa dela vive cheio de gás e ameaça ser eterno. Culpa, a pobre mulher sente, e mais: sente medo. Nem sabe de quê, mas sente. Medo de não merecê-lo, medo de perdê-lo, medo do dia seguinte, medo das estatísticas, medo dos exemplos das outras mulheres, daquele mulher lá do início do texto, por exemplo, que se iludiu com mais um bobalhão que desapareceu sem deixar rastro-ou bobalhona foi ela, nunca se sabe. Mas o fato é que terminou o amor da mulher lá do início do texto, enquanto essa criatura feliz e apaixonada, é ao mesmo tempo infeliz e temorosa porque sente aquilo que tanta gente busca e pouco encontra: o tal amor como se sonha.
Uma mulher infeliz por amar de menos, outra infeliz por amar demais, e o amor injustamente crucificado por ambas. Ele, coitado, sendo acusado de provocar dor, quando deveria ser reverenciado simplemente por ter acontecido na nossa vida, mesmo que sua passagem tenha sido breve. E se não foi, se permaneceu em nossa vida, aí nem se fala. Qualquer amor-até aqueles que a gente inventa- merece nossa total indulgência, porque quem costuma estragar tudo, caríssimos, somos nós.

martha medeiros

acredita em mim,amor.

deixa eu continuar meu noivado.
tira solteira daí. n deixa de usar a aliança.
n joga fora nada ki te dei. vc vai ver q nao te trair.
cedo ou tarde +vc vai saber.
vc falou q seus pais tinham medo de um dia vc dizer assim:
-eu terminei porq meus pais mandaram.
e tua mae disse pra vc ki ia fazer terminar.
para e pensa. isso foi invençao.so pra vc puder dizer
-eu terminei porq fui traida.

meu amor.n deixa os outros fzerem tua cabeça nao. vc me conhece muito bem.
sabe q n faria isso.lembra na cozinha ki te falei ki nunca te trair???? e n estava mentindo. tem uma menina da cooplan ki era amiga,mas tava keixando.eu ateh falei pra hugo,ki n falo mais com ela.eu cortei msmo.so pra n atrapalhar eu e tu.
vou te falar tudo:
*tem essa da cooplan,que cortei pra nao da motivo de te chatear.
*na sala tem uma,q n olho pra cara dela desde 2ª semana d aula.
*eu vi any na rua e falei com ela,mas foi pra pedir um vídeo pra eu colokar no video ki eu tava fazendo.

de coraçao bi.n trair

iury

Acróstico para o meu amor...

Eu tentei lhe escrever
Umas poucas palavras.

Tentei lhe dizer o que
Eu sinto em meu peito.

As palavras sinceras,
Mais belas, tornaram-se
Ocultas, e onipresentes.

Mesmo estando convicto do amor
Um tremor de indecisão me afligiu:
Insana razão que retarda o inevitável,
Tê-la em meus braços e fazê-la feliz.
Ontem, hoje e por todo o sempre!

I.A.M2

Admirável desconcerto...

A gratuidade do amor consiste nisso: amar quando o outro não merece ser amado. Surpresa maior não há. Ser abraçado no momento em que sabemos não merecer ser perdoados. O amor verdadeiro desconcerta.

Pe. Fábio de Melo

AFABILIDADE E DOÇURA!

A BENEVOLENCIA PARA COM O SEMELHANTE, FRUTO DO AMOR AO PRÓXIMO,PRODUZ A AFABILIDADE E A DOÇURA, QUE SÃO AS FORMAS DA SUA MANIFESTAÇÃO ENTRETANTO, NEM SEMPRE SE DEVE CONFIAR NAS APARENCIAS; A EDUCAÇÃO E A VIVENCIA DO MUNDO PODE DAR O VERNIZ DESSAS QUALIDADES, QUANTAS HÁ CUJA FINGIDA BONDADE NADA MAIS É DO QUE UMA MÁSCARA PARA O EXTERIOR, UMA ROUPAGEM, CUJA APARENCIA BEM TALHADA E CALCULADA DISFARÇA AS DEFORMIDADES ESCONDIDAS! O MUNDO ESTA REPLETO DE PESOAS QUE TEM O SORRISO NOS LÁBIOS E O VENENO NO CORAÇÃO; QUE SÃO MANSAS SOB AS NAS CONDIÇÃO DE NADA LHES MACHUCAR, MAS QUE MORDEM A MENOR CONTRARIEDADE; CUJA LINGUA DOURADA QUANDO FALAM FACE A FACE, SE TRANSFORMA EM DARDO ENVENENADO, QUANDO ESTÃO POR DE TRÁS.

ALLAN KARDEC

Afeto, amor, compreensão - eis os alicerces da vida.
Escrevemos com amor o poema da adolescência.
Com a música do amor, orquestramos a grande canção da existência.

E tu, cético diante da ternura,
impermeável ao sentimento,
aprende esta verdade:
A vida é Amor, e nada mais!

Omar Khayyám (Rubáiyát)


Contato Politica de Privacidade Datas Comemorativas Facebook Twitter Google+