Mensagens de natal

> Mensagens de natal



Encontrados 60 pensamentos de mensagens de natal

Era uma véspera de Natal, havia chovido um pouco, o clima não estava tão quente, posso dizer que: até agradável. Eu corria para comprar os últimos presentes nas últimas lojas que estivessem abertas. O shopping ainda estava cheio o que quer dizer que não estava sozinho na correria.Comprei rápido as coisinhas que precisava, enquanto esperava para pagar, fiquei observando as fisionomias dos funcionários da loja... a maioria estava ansiosa, pronta para ir casa curtir o seu natal.

Paguei e saí correndo, precisava colocar o presente na árvore antes que as pessoas chegassem para a ceia.Já na rua, deparei com um menino que tentava juntar os cacos de uma bola de natal. Ele não me parecia triste, apenas distraído. Continuei meu caminho, atravessei a rua e enquanto esperava o sinal fechar para atravessar a outra parte olhei para trás para ver mais uma vês o menino que ficava perdido entre pernas e embrulhos de presente que passavam.

O que ele estará pensando? Será que tem família?...

ahhh... não vou voltar lá ... irresistível, voltei.

- Oi menino, esta precisando de alguma coisa?

- Não senhor.

- Como é seu nome?

- Noel.

- Você tem o mesmo nome do Papai Noel.

- É.

- Para que você esta colando a bola?

- Para dar de presente para um amigo muito pobre.

Legal, mas Papai Noel sempre dá um presente para as crianças, não é?

- Não. Papai Noel morreu. Por isso todos pais estão comprando presentes. Como eu não tenho pais não ganho presente.

- Mas... Papai Noel me pediu para te dar um presente, e fui escolhendo um dos pacotes para dar a ele...

- Olhei para o shopping e vi que ainda daria tempo de comprar mais um presente. Ele levantou os olhos pareceu ensaiar um sorriso meio incrédulo. Aqueles olhos lindos e honestos pareciam mergulhar dentro de minha alma e uma lágrima mais ousada rolou pela minha face.

- O Sr. quer me dar um presente? Preciso não, eu tenho um amigo sincero, mas esta muito doente, se o Sr. quiser dar para ele eu aceito!- Tirei dois embrulhos e entreguei a ele. Ele me devolveu um dizendo...

- O Sr. quer me dar um presente mesmo?

- Claro... disse eu.- Me devolva o sonho de ter apenas um Natal. Meus amigos, desejo a todos a alegria do Sonho de Natal.

Ahhh... sim, meu pequeno amigo, hoje já grande e nesta época de natal ele é o Papai Noel de vários orfanatos. Finalmente ele conseguiu ganhar o seu presente.

E você, acredita que Papai Noel tenha morrido?

Não deixe este sonho morrer! Já carregamos o peso de tantas coisas imprestáveis enquanto vamos jogando fora nossos sonhos...

Jorge Reigada

Eterno natal
de luzes douradas piscantes
do entardecer na enseada
com barquinhos coloridos dançantes

Em cada curva se abre
uma janela paradisíaca
que chega ser estática de tão bela...

Ninguém ousa quebrar
teu silêncio... teu encanto...
somente os pássaros
e o turbilhonar sibilar das cigarras

No horizonte relampejos
de um indelével fim de tarde
que se instala no fundo da mente

Entre uma cerveja amarga
e o amargor...
de uma doce lembrança
saudosa...

Sonhos que se dissipam
nas realidades...
mas não em minha mente...

mfpoton

Eu estou pensando em você hoje porque é Natal, e eu lhe desejo felicidade.
E amanhã, porque será o dia seguinte ao Natal,
Eu ainda lhe desejarei felicidade.
Eu posso não ser capaz de lhe falar sobre isto diariamente,
Porque eu posso estar ausente, ou nós podemos estar muito ocupados.
Mas isso não faz diferença
- Meus pensamentos e meus desejos estarão com você da mesma forma.
Qualquer alegria ou sucesso que você tenha, me fará feliz. Me iluminará por todo ano.
Eu desejo à você o Espírito do Natal.

Van Dike

FELIZ NATAL AMIGA!
Que este dia e muitos outros sejam muito especiais.
Tenha um próspero Ano Novo e um ano repleto de alegria,amor,paz e tudo o que você desejar e que seus sonhos se realizem...e lembre-se que nada é impossível e sim tudo é possivel.
Sabe por que eu acredito que nada é impossível?
Por que eu encontrei uma amiga que nunca ninguém encontrou e nem encontrará igual a você.
Você é única!!!Feliz Natal e um próspero Ano Novo.
Feliz 2008!!!

Bárbara Galera

Melhor do que todos os presentes por baixo da árvore de natal é a presença de uma família feliz.

A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.

As ligações de amizade são mais fortes que as do sangue da família.

Paz e harmonia: eis a verdadeira riqueza de uma família.
Família, tu és a morada de todos os vícios da sociedade; tu és a casa de repouso das mulheres que amam as suas asas, a prisão do pai de família e o inferno das crianças.

Família é um conjunto de pessoas que se defendem em bloco e se atacam em particular.
Observa o teu culto a família e cumpre teus deveres para com teu pai, tua mãe e todos os teus parentes.

Educa as crianças e não precisarás castigar os homens.
A
verdadeira família é aquela unida pelo espírito e não pelo sangue.

Toda a doutrina social que visa destruir a família é má, e para mais inaplicável.

Quando se decompõe uma sociedade, o que se acha como resíduo final não é o indivíduo mas sim a família.
O
que é uma família senão o mais admirável dos governos?

Não existe família sem adúltera.

Apenas em torno de uma mulher que ama se pode formar uma família.
Do modo como a concebemos, a vida em família não é mais natural para nós do que uma gaiola é para um papagaio.
...os homens casados, os pais de família, esses grandes aventureiros do mundo moderno.
Tenho irmãos, pai, mas não tenho mãe. Quem não tem mãe, não tem família.
A felicidade está no seio da família e... No da mulher
Mais vale um PECADOR arrependido, do que um ANJO mal intencionado!!!
Não há menos tormento no governo de uma família do que no de um Estado inteiro.
Um vício custa mais caro que manter uma família.
A família é a fonte da prosperidade e da desgraça dos povos.
O génio só pode compensar o defeito de provir de uma família não deixando nenhuma.
Todas as virtudes têm irmãs ilegítimas que desonram a família.
Toda a família realmente viva segrega um certo ritual sem o qual se arrisca a longo prazo a perder o seu convívio secreto.
Considero a família e não o indivíduo como o verdadeiro elemento social (arriscando-me a ser julgado como espírito retrógrado).

Luiz Fernando

Natal

Esses dias tudo que passa na tv é sobre o natal, o espírito natalino e tal... sempre que você para pra ver um jornal o natal se resume em compras de final de ano, que os shoppings estão lotados e tal... Afinal, o natal é aquela época que a gente gasta dinheiro, que participamos de confraternizações em todos os lugares que frequentamos e que fingimos que gostamos dos presentes que ganhamos, que na maioria das vezes não tem nada a ver conosco. Pois bem, essa semana eu estava passando os canais e parei na MTV, no programa MTV debate com Lobão e eles estavam discutindo exatamente sobre o sentido do natal, mostrando como essa data que seria para você demonstrar amor e carinho pelas pessoas tornou-se uma época de puro consumismo. Tudo bem, todo mundo adora ganhar presente, todo mundo quer está bonito, com roupas e acessórios novos para as festas de final de ano, isso não é errado. Acredito que quando a gente gosta de alguém a gente demonstra isso de várias formas inclusive presenteando essa pessoa, o que eu não concordo é com as pessoas se encherem de dividas porque tem que comprar coisas novas pois o natal exige isso. Pior ainda, pessoas que no dia de natal chegam com presentes maravilhosos, ai fica todo mundo na maior felicidade, parece até família de comercial de peru, ai depois que passa o natal, essas pessoas não se falam mais, passam o ano com raiva umas das outras e às vezes nem se gostam, quando chega o natal do outro ano, fazem toda a cena de família feliz de novo! Gente!!!!! o espírito do natal tem que está presente sempre, o carinho, o amor, a solidariedade... de que adianta diante dos outros essa demonstração de carinho toda e no seu dia-a-dia com as pessoas que te cercam você é uma pessoa diferente? Uma vez ouvi uma historia interessante: uma certa noite um pastor estava dando uma palavra na igreja sobre o amor, ele falava das coisas maravilhosas que o amor faz por uma pessoa, mostrando como uma família é feliz quando tem amor, e o seu filho lá sentado ouvindo suas palavras chorava incosolavelmente, nesse momento uma senhora que estava ao seu lado o abraçou e perguntou: emocionado com as lindas palavras do seu pai? ele respondeu: não, estou triste. A senhora confusa pergunta: mas triste porque? ele levantou o rosto, olhou em seus olhos e disse: porque todas essas palavras lindas, todas essas atitudes de carinho, são apenas quando ele está na igreja, pois em casa ele não vive nada disso.
Essa história representa bem o que acontece hoje em dia, as pessoas querem mostrar para os de fora o que não são, tratam bem os outros e os que estão sempre ali do teu lado são esquecidos. Ai eu me pergunto, de que adianta uma árvore de natal linda, roupas maravilhosas, presentes pra todos em um único dia do ano se nos outros 364 dias você não demonstra amor por ninguém? Muitas vezes um simples sorriso, um abraço, uma palavra, valem muito mais que aquele presente caro. E ainda tem pessoas que entregam o presente, desejam feliz natal e pronto, seco, sem um sorriso, um abraço... o presente um dia acaba, e o que vai restar? nada, pois nem a lembrança de um sorriso na hora de receber o presente você vai ter.
A sociedade hoje fez com que as pessoas valorizem mais o ter que o ser, tudo hoje gira em torno do dinheiro, do ter. Você só é feliz se tem aquele carro, aquela roupa, aquele sapato, etc... Resumindo, se você tem dinheiro todo o resto é consequência, inclusive o amor!!! Tenho pena de quem pensa dessa forma, pois é uma pessoa vazia, medíocre. Digo isso porque já pensei assim, já achei que coisas materiais eram mais importantes, que se eu tivesse dinheiro todos gostariam de mim, e quebrei a cara, no meu caminho apareceram pessoas interesseiras que gostavam de tudo que eu tenho e nunca se importaram em saber que eu sou, o que sinto... me tornei vazia. Hoje aprendi a olhar pra dentro das pessoas, aprendi a demonstrar mais os meus sentimentos, aprendi a mostrar o que eu sou e não o que eu tenho. E digo uma coisa, sou muito mais feliz, tenho amigos sinceros e que gostam da pessoa que eu sou, com todos os meus defeitos e qualidades.
Espero sinceramente que neste natal todos possam compreender que o ser é mais importante que o ter, aprendam a dar graças pelo sol todas a manhas e pela lua todas as noites, pelo pão de cada dia, pela água, por seus familiares, que mesmo com problemas e com desentendimentos te amam, pelos amigos sinceros e por tudo que Deus te proporcionou. Agradeça também por cada provação, pois são elas que te fazem amadurecer e te torna uma pessoa melhor, mais forte e mais determinada, como ouvi esses dias: "Deus escreve certo, por linhas certas. torto é quem está lendo."
Desejo a todos tudo que desejo à mim!!!!!!

FELIZ NATAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PS: RECOMENDO QUE TODOS ASSISTAM O FILME SOBREVIVENDO AO NATAL!

Gaby Almeida

Gabriella Almeida

NATAL

Ninguém esquece esta data,
Amigos de lembram de outros,
Todos queremos Paz e Amor
Amamos nossa família, amigos, até desconhecidos
Lutamos o ano inteiro por esta quadra.

Não devemos antes,
Amar, lembrar todas os segundos, minutos, horas, dias
Todos dias precisamos de amar e ser amados,
Amar a toda a hora é impossível?
Lembrar de fazer o bem todos dias, impossível?

Nada nos obriga a isso é verdade,
Antes é mais fácil ser egoístas,
Ter tudo só para nós,
Alegar que a vida está difícil,
Lidar com os problemas diários não está fácil.

Não sentir pena do próximo, ajudar e motivar,
Assim se passam os dias da nossa vida,
Talvez seja duro aquilo que estou escrevendo,
A mim não me parece porque é real,
Lutamos cada vez mais por nós próprios esquecendo os outros

No fundo o NATAL é apenas um momento,
Antes deveria ser uma vida,
Todos os dias deveriam ser NATAL.,
Amo-te palavra tão pequena e tão difícil de dizer,
Lindo seria o NATAL ser todo os dias e não quando o homem quiser.

Não será fácil mudar esta realidade.
Antes será simples cada um pensar em si,
Tornar-se cada vez mais solitário, mais egoísta,
Andar de olhos no chão,
Lidar com o dia a dia é cada vez mais difícil.

Nunca deixemos de fazer o NATAL
Antes um dia só que não haver NATAL
Tornar este dia em todos dias do ano é uma miragem
Assim vamos tentar pelo memos fazer NATAL um dia por ano
Lembrar a família, amigos, até os desconhecidos que por esse mundo sofrem.

NATAL é quando o homem quiser , linda frase mas cada vez menos real.

Feliz NATAL á minha família, amigos e até desconhecidos por esse mundo fora.

JBrito

Natal

Que é o Natal, senão um misto de amizade e amor
Amor repartido pela família, pelos amigos, todos aqueles que estão connosco, em todos os momentos da nossa vida, bons e maus, que se regozijam com a nossa felicidade e se entristecem com a nossa desventura.
Em suma Natal é amor, carinho e também tristeza pelo sentimento de perda, ausência de entes queridos falecidos.
Amor e dor que nos transportam à alegria e às lágrimas, à antítese da vida.
Vivamos pois, rodeados de quem nos faz feliz e afastados dos espíritos crueis.
Urge reproduzir o espírito de Natal aos outros 11 meses do ano e erradicar a pobreza e a guerra, senão a bélica, pelo menos a guerra interior dos nossos corações.
Feliz Natal

Cidália Pós de Mina

Natal
Nessa época De natal, vemos muita ênfase ser dada ao ajudar ao próximo. Entretanto o que gostaríamos de refletir é sobre o pós-natal, depois que esse momento acaba tudo volta ao normal, cada um volta a se preocupar exclusivamente com suas obrigações cotidianas e esquecem que a vida não está resumida a apenas alguns dias festivos, e sim a toda uma dedicação ininterrupta de amar e se doar uns aos outros.

Daniel Tomaz

Natal, e não Dezembro

Entremos, apressados, friorentos,
numa gruta, no bojo de um navio,
num presépio, num prédio, num presídio
no prédio que amanhã for demolido...
Entremos, inseguros, mas entremos.
Entremos e depressa, em qualquer sítio,
porque esta noite chama-se Dezembro,
porque sofremos, porque temos frio.

Entremos, dois a dois: somos duzentos,
duzentos mil, doze milhões de nada.
Procuremos o rastro de uma casa,
a cave, a gruta, o sulco de uma nave...
Entremos, despojados, mas entremos.
De mãos dadas talvez o fogo nasça,
talvez seja Natal e não Dezembro,
talvez universal a consoada.

David Mourão-Ferreira

NATAL, nascer e receber

Não basta Jesus nascer, é preciso recebê-lo!
Deus se fez carne e armou sua tenda entre nós, mas muitos não O receberam em seu coração. (João 1,1ss)
Receber alguém já é complexo. Receber e aceitá-lo como Senhor absoluto de sua vida é tão significativo e profundo: que muitos dizem SIM, sem se quer abrir os olhos e a mente para compreender a dimensão e conseqüência desse SIM. Por isso é que Jesus disse: “muitos são aqueles que dizem – senhor, senhor – mas Eu não os conheço, pois louvam com os lábios e amaldiçoam com o coração”.
Quem dá, a si mesmo, liberdade para analisar as próprias estruturas e princípios de vida, abre espaço para acolher o Deus que quer nascer.
Quem reduz em sua mente a energia dedicada a problemas, cria um lugarzinho em seu íntimo para a Luz Divina gerar um novo Ser.
Celebra o Natal do Senhor, Nosso Salvador, quem abre uma lacuna em seu tempo, em suas convicções, em seu orgulho, em seu agir e em seu sentir para o desabrochar de um novo Ser. Um ser iluminado e guiado pelo Criador. Assim seremos capazes de deixar qualquer coisa ou fazer qualquer coisa, simplesmente, por causa de Jesus Cristo que nasceu em nós. Isso é aceitar Jesus.
Um bom maratonista alimenta-se bem.
Receber o Senhor é uma jornada complexa e contínua, então inicie alimentando-se bem:
Com que você alimenta a sua mente e seu coração?
A proporção e qualidade de energia que utilizamos com pessoas, coisas, situações (...) definem o nosso crescimento ou desgaste.
Que a partir desse Natal você cative com maior intensidade os sentimentos positivos, as experiências construtivas, as idéias férteis, os relacionamentos agradáveis e também reduza as situações e sentimentos de desgaste, pois Deus o ama e quer terra boa em seu coração para germinar o amor incondicional.
Você é importante para Deus!

FELIZ NATAL! E PRÓSPERO 2007.

Mário Joaquim Batista

Mário Joaquim Batista

Nesta época festiva,
Deseja-se a todos os Povos...
Um Carnaval Cheio de Páscoas...
E um Natal cheio de Anos Novos....

Que as Renas do Pai Natal,
Surjam nos Céus a Voar,
Tilintando alegremente...
Com o Rudolph a piscar!

Que o Pai Natal e os Duendes,
Façam raves a bombar...
E não se baralhem nas botas...
Na altura de ofertar!....

Que o presépio de Natal,
Tenha estrelas sorridentes,
Ovelhinhas e Pastores...
E Reis Magos bué Contentes!

Que tudo surja em sorrisos,
Com muita Paz e Carinho...
E que o coelho da Páscoa,
Se esmere no sapatinho!

Que se tenha nesta quadra,
Muito Amor e Alegria...
Rabanadas e filhóses
Arroz doce e Aletria!

Autor Desconhecido

Neste Natal quero lhe dar alguns presentes:
Presentes que em nossas vidas precisamos de pouco:
Vou te dar uma borracha, pra vc apagar as más lembranças,
Uma tesoura pra vc podar o q lhe impede de crescer,
Lentes corretoras, q os possibilite enxergar o próximo e a natureza com amor,
Agulhas grandes pra vc tecer seus sonhos e ilusões,
Um zíper que abra a sua mente quando procurar respostas...
Outro pra fechar sua boca qdo se fizer necessário,
Um outro pra abrir seu coração...
Um relógio, pra te mostrar que é sempre hora de amar.
Um rebobinador de filmes, pra vc recordar os momentos felizes.
Sapatos da moral e ética, pra vc pisar com firmeza e segurança por onde tem flores,
Enfim, um espelho pra vc admirar uma das obras mais perfeita que é "VOCÊ".

Autor Desconhecido

O Natal nosso de todo ano.

Nesta época festiva, deseja se a todos os povos um carnaval cheio de pascoas e um natal cheio de anos novos.
Que a felicidade e a paz buscada no mundo reine e que os reinos. busquem a mesma.
Que o soldado volte sem matar e viva, o que com a arma tentou buscar triunfe a sabedoeia de todos os profetas.

Tudo o que buscamos pode sim acontecer, basta apenas querer desejar não é o suficiente buscar é necessário.
Afinal nada é impossivel no possivel. FELIZ NATAL.

stadler

Organiza o Natal

Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.

Ah! Seria ótimo se os sonhos do poeta se transformassem em realidade.

Texto extraído do livro "Cadeira de Balanço", Livraria José Olympio Editora - Rio de Janeiro, 1972, pág. 52.

Carlos Drummond de Andrade

Organiza o Natal

Carlos Drummond de Andrade


Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.


Ah! Seria ótimo se os sonhos do poeta se transformassem em realidade.

Texto extraído do livro "Cadeira de Balanço", Livraria José Olympio Editora - Rio de Janeiro, 1972, pág. 52.

Carlos Drummond de Andrade

Para falar do Natal, não existem segredos, basta olhar para dentro de nós mesmos. No Natal, estamos propícios a amar mais, ter mais carinhos, ser mais solidários. É o que nos envolve, este Espírito Natalino. Mas vejamos o mundo num foco mais nítido - isso ocorre somente nesta época do ano. O nascimento de Jesus Cristo tem o poder de causar essa transformação em nós. Época em que surgem milhares de voluntários, pessoas fazendo seus donativos, pessoas se abraçando, trocando calor humano com seus entes queridos. Eu vejo muita gente se engrandecer diante desse espírito, mas eu somente tenho a perguntar: - Por que?

Porque essas coisas só ocorrem no mês de Dezembro? Será um mês sagrado? Será que é tão difícil sermos assim o ano inteiro? Todos os dias de nossas vidas, nós devemos amar uns aos outros, respeitar uns aos outros, sermos solidários. O mundo não funciona somente no Natal, as crianças não necessitam de carinho, apenas no Natal, os necessitados, não passam fome, não sentem frio apenas no Natal. Eu quero olhar o Mundo e poder ver isso todos os dias.

Se Deus me concedesse um desejo, desejaria que nascesse um Jesus Cristo todos os dias.

Fernanda Molina

PEDIDO DE UM MENINO POBRE

MEU PAIZINHO LA DO CÉU
TO AJOELHADO, SEM CHAPÉU
NESTA NOITE DE NATAL
E DAQUI DO MEU RANCHINHO
VÔ LHE FALA BEM BAIXINHO
PRA NINGUEM NÃO ME ESCUTAR

EU SEI QUE PAPAI NOÉL
NÃO ESQUECE OS QUE TÊM FÉ
E OS QUE NÃO SÃO PECADOR
MAIS NÃO SEI QUAL A RAZÃO
PAPAI NOÉL QUE É TÃO BÃO
DE MIM NUNCA SE LEMBROU

MEU COLEGUINHA DO LADO
NESTE NATAL PASSADO
GANHO BASTANTE PRESENTE
UMA BOLA UM TRENZINHO
UM PIÃO BEM BONITINHO
ELE SORRIU DE CONTENTE

EU TAMBÉM FIQUEI CONTENTE
COM TODO AQUELE PRESENTE
QUE O MENINO RECEBEU
PORQUE ELE FOI BÃOZINHO
VIU QUE EU ERA POBREZINHO
UM BRINQUEDO ELE ME DEU

APESAR DO ESQUECIMENTO
NÃO GUARDO RESSENTIMENTO
PAPAI NOÉL EU ADORO
PRA MIM ELE É INOCENTE
E SE NÃO ME DEU PRESENTE
TALVEZ NÃO SAIBA ONDE EU MORO

POR ISSO ESTOU AQUI
AJOELHADO PRA PEDI
PRA QUE SEMPRE ME AJUDA
PRA QUE EU SEJA UM HOMEM FORTE
ATÉ NA HORA DA MORTE
NUNCA ME FALTE SAÚDE

E SE EU FOR MERECEDOR
LHE, PEÇO UM GRANDE FAVOR
SÉ O SENHOR ME AJUDA
PEÇO-LHE DE CORAÇÃO
UM LIVRO DE RELIGIÃO
PRA TODA NOITE EU ESTUDA

SE EU RECEBER O LIVRINHO
LEIO-O COM CARINHO
NESTE RANCHO SOLITARIO
EU JURO EM TEU NOME SAGRADO
QUANDO EU FOR HOMEM FORMADO
HEI DE SER UM MISSIONARIO

QUERO ANDAR PRA CIDADE
PRATICANTO A CARIDADE
DE TODO MEU CORAÇÃO
QUERO ABRAÇAR AS COITADINHAS
INOCENTES CRIANÇINHAS
ESQUECIDO NO SERTÃO

POR ESTE BRASIL GIGANTE
QUERO SER UM CAMINHANTE
DE CIDADE EM CIDADE
ENSINANDO MULHER E HOMEM
RELEMBRO SEU SANTO NOME
COM TODA SINCERIDADE

QUANDO TUDO TERMINAR
E MEU CORPO REPOUSAR
POR DEBAIXO DE UMA CRUZ
SO QUERO O MAIOR PRESENTE
COM MINHA ALMA EM TUA FRENTE
MEU QUERIDO E BOM JESUS.

Possenti

Que neste Natal possamos...

Matar a saudade de amigos e familiares;
Conversar pessoalmente e bastante com pessoas que gostamos (o que nesse mundo de corre-corre e de Internet tá cada vez mais difícil);
Pôr as novidades (pra nao dizer fofocas) em dia com os amigos;
Abraçar a todos que gostamos e amamos;
Presentear e ser presenteado;
Pedir perdão, e/ou ser perdoado;
Nos divertir, e por que não?;
Fazer uma boa ação, uma doação, um gesto de caridade, ajudar ao próximo;
Dizer às pessoas mais importantes em nossas vidas o quanto as amamos;
Desejar realmente que as pessoas tenham um Feliz Natal e não somente " falar " Feliz Natal;
Deixar as desavenças, rancores, mágoas e todo tipo de sentimento ruim de lado e simplesmente curtir o Natal como ele deve ser curtido;
Registrar com fotos, filmagens, ou até mesmo em nossa memória, todos os momentos e pessoas que estiverem ao nosso lado durante a comemoração, para que tenhamos ótimas recordações, e nunca nos esqueçamos destas pessoas;
Fazer uma boa ceia, um bom jantar, ou um bom churrasco;
Comer muito Panetone!! Comer muito!! Adoro!;
Maneirar na bebida alcoólica, e o principal: NÃO DIRIGIR ALCOOLIZADO!;
Descansar bastante é claro!;
Esquecer trabalho, stress, trânsito, faculdade, contas a pagar, aquele chato, arrogante, ou idiota q te atormenta! Aff;
Estar em paz conosco e com os outros;

Nos lembrar também que enquanto comemos tudo do bom e do melhor, muitas pessoas estão por aí sem ter o que comer;
Nos lembrar que enquanto estamos com a nossa família, muitas pessoas não tem uma família ou estão longe e não podem vê-las;
Nos lembrar ainda que enquanto temos um lar, um lugarzinho pra descarsar e morar, outras pessoas não tem esse privilégio;
Nos lembrar que enquanto estamos com saúde, outras pessoas não a possuem, estão em um hospital, estão muito doentes, estão por aí se drogando;
Nos lembrar que enquanto temos um bom emprego, um bom salário, outras estao desempregadas, sem poder fazer algo de diferente no dia de Natal para a sua família;

E por fim agradecer a Deus por mais um ano de vida, saúde, prosperidade.
Simplesmente agradecer...
Pois Deus já nos dá tantas coisas boas e q muitas vezes nem notamos!

Cintia Lima 23 Dez 2010

Que neste Natal possamos...

Matar a saudade de amigos e familiares;
Conversar pessoalmente e bastante com pessoas que gostamos (o que nesse mundo de corre-corre e de Internet tá cada vez mais difícil);
Pôr as novidades (pra nao dizer fofocas) em dia com os amigos;
Abraçar a todos que gostamos e amamos;
Presentear e ser presenteado;
Pedir perdão, e/ou ser perdoado;
Nos divertir, e por que não?;
Fazer uma boa ação, uma doação, um gesto de caridade, ajudar ao próximo;
Dizer às pessoas mais importantes em nossas vidas o quanto as amamos;
Desejar realmente que as pessoas tenham um Feliz Natal e não somente " falar " Feliz Natal;
Deixar as desavenças, rancores, mágoas e todo tipo de sentimento ruim de lado e simplesmente curtir o Natal como ele deve ser curtido;
Registrar com fotos, filmagens, ou até mesmo em nossa memória, todos os momentos e pessoas que estiverem ao nosso lado durante a comemoração, para que tenhamos ótimas recordações, e nunca nos esqueçamos destas pessoas;
Fazer uma boa ceia, um bom jantar, ou um bom churrasco;
Comer muito Panetone!! Comer muito!! Adoro!;
Maneirar na bebida alcoólica, e o principal: NÃO DIRIGIR ALCOOLIZADO!;
Descansar bastante é claro!;
Esquecer trabalho, stress, trânsito, faculdade, contas a pagar, aquele chato, arrogante, ou idiota q te atormenta! Aff;
Estar em paz conosco e com os outros;

Nos lembrar também que enquanto comemos tudo do bom e do melhor, muitas pessoas estão por aí sem ter o que comer;
Nos lembrar que enquanto estamos com a nossa família, muitas pessoas não tem uma família ou estão longe e não podem vê-las;
Nos lembrar ainda que enquanto temos um lar, um lugarzinho pra descarsar e morar, outras pessoas não tem esse privilégio;
Nos lembrar que enquanto estamos com saúde, outras pessoas não a possuem, estão em um hospital, estão muito doentes, estão por aí se drogando;
Nos lembrar que enquanto temos um bom emprego, um bom salário, outras estao desempregadas, sem poder fazer algo de diferente no dia de Natal para a sua família;

E por fim agradecer a Deus por mais um ano de vida, saúde, prosperidade.
Simplesmente agradecer...
Pois Deus já nos dá tantas coisas boas e q muitas vezes nem notamos!

23/12/2010

Cintia Lima 23 Dez 2010

Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.

Autor Desconhecido

Você existe

Se é Natal...
Porque ficar triste?
Se deixe levar...
Pela magia que no ar existe!

Se o bom velhinho
Vem ou não vem
Só o fato de você existir
Já é um grande bem...

Seja alegre e não triste...
Pelo simples fato
De que “você existe”...

Rico, pobre, gordo, magro...
Baixo, alto, feio, bonito...
Escuta o que te digo...

Você é único...
E a certeza deve sempre ter
Jesus te dá a chance
A grande chance de viver...

Seu Natal não pode ser triste
Pela alegria de que “você existe”
Então não se sinta mal...
Se solte e...” Feliz Natal “...

Celia Piovesan

“Espírito Natalino”

“Houhouhou...
É véspera de natal, as crianças despertam mais cedo
para desfrutar do momento que ainda está por vir.

A manhã se cala diante da natureza encantadora dos pequeninos.
Sua sutil inteligência age conforme seus sonhos, como
Papai Noel, desequilibrando os corações na busca de
um novo acontecer.

Os avôs observam atentamente o percurso dos tão aclamados, sentem a saudade bater a porta.
Relembram com orgulho seu passado...

Os pais vêem a hora chegar, quando então!!!
no sublime instante...
As lágrimas caem, como um riacho de felicidade.

A voz dos pequeninos soam profundamente, como
um piano a tocar, ao mesmo tempo destroem com seus
gritos ensurdecedores quando notam a presença do senhor
de barba branca entrar.

A lareira se esconde com tantos presentes, dando espaço
para o aconchego familiar.
São os gestos mágicos natalinos, indo de encontro com o
toque diferenciado, coberto de esperança, de amor.

Mas no final daquela noite a surpresa...
Um pequenino deslumbra a irradiante comoção.
Ele, olha com seus olhos singelos nos olhos vivos da
vida dos avôs e diz:

- Feliz Natal...”

Roberto dos Anjos


Contato Politica de Privacidade Datas Comemorativas Facebook Twitter Google+