Frases de mfpoton

> Autores > Mfpoton



1 - 25 de 119 pensamentoss de mfpoton

Importa ou não a direção
Quando se segue o âmago
E se aprende a ceder à vida

Importa ou não a situação
Quando se segue o coração
Frágil mesmo é a incógnita

Importa ou não a curiosidade
De se saber do outro lado
Quando nada se sabe

Importa ou não... não sei

mfpoton

As pegadas na areia molhada
e o reflexo dourado do sol...
duma longa caminhada
ao destino... a vida...

As marcas ao horizonte
foram tantas...
lavadas pelas águas... se apagaram...
e não houve a troca de olhares...

Só restou saudades... desencontros...
do que não aconteceu... mas sonhou...

A praia é longa... o litoral imenso...
é o mar calmo... e não apagará mais as suas marcas...
que se estenderão ao longo
em encontro com as minhas pegadas...

mfpoton

a individualidade não torna a pessoa menos humana, mas sim, com mais coerência com a vida e consigo mesma, não se aproveitar dos outros e procurar se preservar dos maus intencionados e sem querer ficar por aí fazendo o papel de bonzinho. E se isso vai de encontro com a mentalidade predominante e nos torna mais isolados, o que fazer, ao menos quando interagimos, o fazemos verdadeiramente. Nossos sonhos devem seguir o coração, como se fosse uma criança e orientado pela lucidez da mãe inteligência. Não deve ser tão difícil, abrir para aquilo que Deus nos enviou.

mfpoton

Sou poeta
Pode dizer que não
Mas sou...
Sou porque quero
Sou porque sinto
E é a única coisa que gosto de fazer
Que me dá prazer...
Somente escrever
Tentar com aberrações
de palavras e sentidos...
Tudo que vejo e sinto pelo mundo.

mfpoton

Algodão doce a preencher
o céu de cor de rosa
numa nuvem passageira...
e os olhos de criança...
A firmar o palito tão desajeitadamente,
e um novelo do tamanho da carinha
a grudar nos cabelos...
Para desespero...
A nuvem resolveu chover cor de rosa,
desta satisfação despreocupada...
lambuzada...
Educar seria mostrar sua ainda inabilidade
ou deixar sujar-se para que sinta a sua vontade.
E deixar que um passeio... seja um passeio...
uma singela descoberta de criança e pais...

mfpoton

Porque desprezo...
se o tenho em meus pensamentos...
Te quero... e não te tenho
Te sinto... e não te toco
Te encontro em sonhos...
em nuvens e formas que eu mesma invento...
Que se transformam em fumaça que se dissipam no vento...
Não sei se tenho seu desprezo ou minha inexistência
Só sei...
que de concreto sua ausência
Entras me persuadindo de forma surpreendente
ainda mais pra mim que vivo andando no vento...
Te quero...
Te desejo...
Sua existência preenchendo meus devaneios ingênuos...
que mais parecem brincadeiras...
que eu crio
em formas e formatos de tato e nuvens...
Se acontecer realmente, sou capaz de nem perceber
devido a tantos sonhos...

mfpoton

Pensei que pudesse
te esquecer...
mas sinto teu cheiro,
olho pro lado e
não te vejo...
Não posso devassar...
não é como sinto...
Preciso de sua reciprocidade
se evasiva... fico sem
saber...
me chame...
vem mansinho... e me diga
com um toque
sutil de mãos...
de carinho...
sobre você e eu...
Aí então... devassarei
cada cantinho do seu coração...
apenas com o que me
permitir...
bem de mansinho...
sem atroçar
seu carinho...
pois assim,
quebraria um encanto...

mfpoton

Mar de pessoas
em idas e vindas
em rotineira romaria
sem reformulações num
mar sem ressacas
à espera do novo
ciclo lunar como
ondas chacoalhando
na areia já tão granulada
por tantas batidas
num vai e vem da vida
que se desfaz em
grãos que se
dissipam n'água
como a vontade aparente
desses grãos fadados
a um comum acordo
convencional das adversidades
à diversificação
como um grito no cristal.
Emoções tão engessadas
e veladas num velório pedante
que logo explodirá
em ondas volumosas em ressaca
dragando os inanimados grãos
arrastados pelas águas...

mfpoton

O vento sussurrando sua voz
no meu ouvido,
sinta... sinta...
O movimento da grama às carícias do vento,
como uma grande mão a acariciar o gramado...
Num fervilhante louvor a vida,
como num frenético festival de música...
Sementes lançadas
ao apetite dos pássaros...
e o inconfundível cheiro de mato...
O violeta em ressalte,
transcendendo os sentidos...
A sua presença ali num mesmo plano
em tempo e espaço...
ao alcance dos nossos braços...

mfpoton

Um caracol...
De tanto encontrar
refúgio em mim acabei
aconchegando-me em concha
fechando-me em ostra
mariscando versos na maré
que vem como ondas
de ressaca cheia
em crescente quem sabe...
eu veja sereias
minguante das coisas
tristes e feias
mexilhando uma nova paixão
que como ondas
que vem e vão
sempre virá outra
talvez ainda maior
que arraste os caramujos
ou alise as algas
do fundo do mar.

mfpoton

Se a maturidade é lapidada pelos erros...
Então, se lapidada pelos acertos,
seria como um diamante bruto...
ou sem valor...

mfpoton

Não sei se enlouqueci
mas te esquecer nem pensar
A respiração presa de emoção
por ter encontrar...
Tudo se misturou numa fusão louca
o coração não quer ficar aqui
a saltar, pular e me empurrar pra ti
como louco desvairado, numa busca
que nem sei por onde ir...
Ah! Meu Deus porque esse louco
não se aquieta e me deixa em paz
mesmo nesta vida sem nexo
se não sei... de ti
Como criança perdida, sem saber o que encontrar
ou o que esperar ...
Enlouqueci... enlouqueci...
O que posso fazer por mim...
Se você soubesse, como reagiria...
fugirias de mim...

mfpoton

Sonhadora de um mundo
com magia de luar...
Olhos góticos de rímel e cílios
Sensualidade pertubadora
Com cheiro de cravo
Hipnótico cintilar no olhar
Cravado no peito, estaca.
Sangüinária vamp, seca
pelo adocicado sabor de sangue,
vermelho de paixão...
Que mudanças aspiras
neste mundo sombrio...
Mundo com bruxos de vidas moldadas
e sem sangue...
Ingênua entrega pérfida...
a única mudança que pode haver
é o vermelho que há em você...
No marinho da noite
marinho beija-flor
marinho da alma
e do amor...
Fugidia noturna que precisa
sorver magia...
como identificação da alma
numa tentativa de decifrar
segredos e encantos...
do amor...
sombrio... obscuro...
solitário...noturno...

mfpoton

Sua íris azul olhando para
Minha transparência
E eu te vendo no
Velho blue jeans
Sobre dunas d’água
Em mãos a velha guitarra
Dum tamanho sonho
E sentimento pelo mundo
Seus dedos correndo as cordas
Que tocavam minha alma
Nos relampejos da adolescência

Agora o Baume & Marcier
Marcou esse tempo
As flores num canto
As cordas quebradas
As lágrimas rolando
Como pedras lançadas
Não há volta no tempo
Só nas lembranças guardadas
Grampeada pelo endurecimento
A vida se mostrou outra
E nos amadurecemos...

Mas aquele olhar continua eterno
Quando olhamos para nos mesmos.

mfpoton

Venha...
Seja o sol no meu dia,
para eu me sentir lua na noite
e refletir sua energia.
Seja orvalho no desabrochar da flor
nas gotas do seu suor.
Seja chuva para nutrir a terra,
e não torna-la árida da tua falta.
Seja o coração da minha mente,
o motivo do meu romance;
a fonte primaria de inspiração
dos meus versos.
Seja a essência desbravadora,
me proporcionando sentimentos
de segurança como complemento
da minha serenidade.
Seja a cumplicidade da minha
natureza... seja meu par.

mfpoton

Estava sentada olhando as montanhas no
horizonte, o correr e formatos das nuvens.
A frente uma árvore sem nenhuma folha
levadas pelo outono, com multiplos galhos
e semi galhos, que pareciam seus braços e
dedos. Ao bater do vento, ela em uma delicada
dança se remexia. Eu senti nitidamente que ela dançava para mim, ela sabia da minha presença......

mfpoton

Perdoar é libertar-se da sensação até do próprio perdão...
É a compreensão e o desprendimento do ego.
Não deixar que a situação fique maior que a capacidade de ser feliz
Voar... Voar...

Como balão desvencilhando-se das amarras
Alçando vôo
Dando cor ao céu
Misturando-se ao sol
Voar... Voar...

Ressentimentos atravessando espaços...
Sem ter onde prender-se
Acreditar que podemos alçar vôo
Soltando, sacos de areia...

mfpoton

Olho favela
na penumbra escuridão
da noite
com luzes confundindo
uma constelação
submerso mundo
submundo dos aflitos
com lágrimas e sorrisos
em levar mais um amanhã
da superação humana
A noite caindo
e se derramando
sobre a montanha
em continuação a
linha do horizonte
é inconcebível querer
entender...
Até me faz criar raízes
nesta pedra
onde arpoo
meus pensamentos
em detrimento
a este mar
de sentimentos...
As ondas borbulhantes
vem em espuma branca
engolfar as pedras
e me faz pensar que somos
como aqueles mariscos
entre as ondas e os rochedos
entre a realidade e a vida...

mfpoton

Letal como navalha
Em corte profundo
Sangrando a inocência
Extirpando em corte cirúrgico a infância
Herança de pais e país
Se nem pais tem
País em pedaços de chão
Com territórios demarcados por canalhas
Políticos bradando salvações em saudações
Da arrogância contrariada disfaçada
De benevolência .
Tem como destino a fatalidade das ruas
Da verdade da miséria
Das quais quem sobrevive formará uma nova raça
Com alma de metal
Coração destroçado
Tendo marcas saltadas

Navalha letal das esquinas, das ruas
Da fatalidade da miséria
O destino das ruas é a fatalidade.
A vida não é sarcástica, mas sim o que fazem dela...

mfpoton

Imaginei, sonhei...
Transbordei-me...
Mas nem sei de mim
Na procura de ti
Perdi-me
Sofri
Chorei
Mas, amei...
Não me economizei
Doei-me
Gastei-me
Ridicularizei-me
E aprendi
Que tenho mesmo, a mim

mfpoton

Preciso tanto mudar...
Quem sabe... uma plástica no nariz
Uma lipo na barriga
Luzes nos cabelos
Com reflexos dourados
A combinar com meus olhos verdes
Porque para mudarmos a vida
Precisamos mudar a nos mesmos
Foi o que ouvi...
E como sou mulher
Não vejo nada a mudar a não ser em mim mesma...

mfpoton

A mulher da prateleira,
como mostruário... tão comum, em espécime...
Como aquários de gatos em pet shop,
tão farto no mercado...
Tentando um valor alto, como a um leilão...
O preço do prego que consegue,
é cair da prateleira...
Como latas em tiro ao alvo, em parque de diversão...
E o brinde é uma garrafa de vinho...

mfpoton

Quando te vejo
sinto uma euforia
tomar meu ser
Este magnetismo
inexplicável que me
atordoa, como uma atração
que me confunde...
sensorial ou fantasia
é que não me falta
fantasias...
Alço vôo
com tanta facilidade
que horas penso
que meu mundo
não é daqui
Só mesmo, olhar para ti
para me aterrissar
ou ainda mais
me confundir...
Enquanto nesta incerteza de
um sonho duvidoso
Tentando
entender...
Ainda que neste
momento quando busco
o seu ser...

mfpoton

O amor...
é se ter a certeza, que ele esta ali...
mesmo que neste momento não esteja aqui...
apenas saber que ele existe...
Quando duas almas se encontram...
que por motivos, sei lá... acumulados...
bastam saber da existência...
que já supri um peito tão apaixonado...
Querer entender as razões da vida
que nos une e nos afasta
somente em espaço e tempo
pois o amor vence este plano
na energia de uma paixão inexplicável...

mfpoton

Preciso de suas palavras
em meu ouvido,
para senti-lo ao lado;
nos seus sussurros,
sentir-me mulher...
sentir as mãos em seu
peito de relva em entrelace
nos meus dedos,
o frescor dos seus
cabelos molhados
te sentir...
a fera nos teus olhos
que abranda em sorrisos,
porque sabes que estou aqui...

mfpoton


Contato Politica de Privacidade Datas Comemorativas Facebook Twitter Google+