Clarice Lispector: Às vezes sentava-se na rede, balançando-me com o


pensamento

Às vezes sentava-se na rede, balançando-me com o livro aberto no colo, sem tocá-lo, em êxtase puríssimo.
Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com seu amante.

Clarice Lispector

Contato Politica de Privacidade Datas Comemorativas Facebook Twitter Google+