Frases de Virginia Woolf

> Autores > Virginia Woolf
Virginia Woolf (25 de janeiro de 1882, Londres, Inglaterra - 28 de março de 1941, Rio Ouse, Oeste de Sussex, Inglaterra); escritora inglesa.


Encontradoss 16 pensamentoss de Virginia Woolf

Cada um tem o seu passado fechado em si, tal como um livro que se conhece de cor, livro de que os amigos apenas levam o título.

Virginia Woolf

As mulheres, durante séculos, serviram de espelho aos homens por possuírem o poder mágico e delicioso de reflectirem uma imagem do homem duas vezes maior que o natural.

Virginia Woolf

O preço barato do papel é a razão por que as mulheres começaram por ter êxito na literatura, antes de o alcançarem noutras profissões.

Virginia Woolf

A pele engelhada do quotidiano, quando está cheia de sensações, torna-se surpreendentemente volutuosa.

Virginia Woolf

É muito mais fácil matar um fantasma do que matar uma realidade.

Virginia Woolf

Escrever é que é o verdadeiro prazer; ser lido é um prazer superficial.

Virginia Woolf

A coisa nenhuma deveria ser dado um nome, pois há perigo de que esse nome a transforme.

Virginia Woolf

Nada devia ter um nome por medo que esse nome o transforme.

Virginia Woolf

Uma paixão tão completamente centrada em si recusa o resto do mundo tal como a água límpida e calma filtra todas as matérias estranhas.

Virginia Woolf

É fácil dizer-se que não é um grande livro. Mas que qualidade lhe faltará? Talvez a de nada acrescentar à nossa visão de vida.

Virginia Woolf

A vida é como um sonho; é o acordar que nos mata.

Virginia Woolf

Que a mim pois seja dado saborear o momento, antes que ele se propague pelo restante do mundo!

Virginia Woolf

(...) eu perdi amigos, alguns para a morte... outros pela incapacidade de atravessar a rua.

Virginia Woolf

Algumas pessoas procuram os padres; outras a poesia; eu os meus amigos.

Virginia Woolf

"As coisas se desprenderam de mim. Eu prolonguei certos desejos; eu perdi amigos, alguns para a morte... outros pela incapacidade de atravessar a rua." [ Virginia Woolf ]

Virginia Woolf

O efeito da morte sobre aqueles que continuam vivos é sempre estranho, e muitas vezes terrível, pela destruição de desejos inocentes.

Virginia Woolf


Contato Politica de Privacidade Datas Comemorativas Facebook Twitter Google+